TelComp Destaca
► 06/dez/2017  |  Redação

Anatel publica estudo que dá suporte ao TAC da Telefônica

Lúcia Berbert – Teletime

Um dia antes do Tribunal de Contas da União (TCU) voltar a analisar o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) da Telefônica, a Anatel publicou, nesta terça-feira, 5, a íntegra do estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que justifica a escolha das cidades que serão atendidas com banda larga em projetos adicionais da operadora. O levantamento indicou que a demanda reprimida por acesso à Internet no país pode chegar a 11,6 milhões de domicílios.

De acordo com o texto do documento, na expansão da banda larga, a priorização do mercado potencial é o que gera maior retorno econômico, seguido pelo tamanho da população. Assim, por esses critérios, a população jovem e a de baixa renda seria mais beneficiada com a ampliação do acesso à Internet. Para o Ipea, o uso do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) não é o melhor critério para atendimento de localidades sem banda larga.

O TAC da Telefônica tem sido criticado por falta de transparência e por escolher cidades onde já há oferta de banda larga. Pequenos provedoresTIM e Claro já pediram esclarecimentos à Anatel, que ainda estuda as solicitações. Mas, em função disso, pediu um prazo de 180 dias para concluir os ajustes pedidos pelo TCU.

Duas comissões da Câmara também querem debater o TAC da Telefônica em audiência pública e, nesta quarta-feira, 6, o tema volta à pauta do TCU.

Veja aqui o estudo do Ipea.



Qualquer aumento de imposto seria desastroso para a economia digital

Luiz Roberto Peroba, sócio da Pinheiro Neto Advogados, no X Seminário TelComp 2017

TelComp - Associação Brasileira das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Competitivas
Av. Iraí, 438 - cj 44 a 47 | Moema | São Paulo | SP | CEP 04082-001 | Tel +55 (11) 5533-8399