As obras de requalificação da Santo Amaro, iniciadas em janeiro deste ano e coordenadas pela SP Obras, com o apoio da TelComp, entraram em 17 de setembro, na fase em que as empresas de telecomunicações têm sua infraestrutura implantada.

As empresas participantes da obra são: Br.Digital, Algar, Americanet, Cirion, Novvacore, Mundivox, QMC, SAMM, Telium e Sothis, todas Associadas a TelComp; bem como Vivo, Claro, Globo, WCS, Tim e Vtal. Enel, Comgás e Sabesp também fazem parte do projeto, que contempla todas as utilities.

Ao todo, serão enterrados cerca de 93 mil metros de dutos em trecho de 2,4 km da Av. Santo Amaro. As obras serão feitas em duas etapas: o trecho 1, da Av. Juscelino Kubitschek até a Rua Afonso Braz; e o trecho 2, da Afonso Braz até a Av. dos Bandeirantes. No momento, as obras estão na primeira etapa, ou seja, no trecho 1. A principal finalidade do projeto é melhorar o deslocamento urbano em umas das mais importantes avenidas da cidade.

 Apoiado pela TelComp, o projeto de requalificação da Santo Amaro tem a participação de 16 empresas de telecomunicações e investimento de R$ 19.491.744,25, apenas na parte de infraestrutura civil.